Deslocal

30 novembro – 01 dezembro 2019


exposição inaugural no Olhão.
foto: Henrique


Texto por
Olivia Abrahão



Duto, em sua exposição inaugural, pergunta: o que expomos quando expomos arquitetura? Como expor algo tão grande e complexo como um edifício ou uma cidade e, ao mesmo tempo, comunicar algo tão elusivo como uma experiência arquitetônica que se desdobra (ou se revela) no tempo e no espaço? De que forma abordar ou representar, no contexto de uma exposição, algo cuja natureza é externa e não necessitaria, a princípio, de superfícies ou dispositivos para ser apresentada? Pode o conceito de non site do artista americano Robert Smithson nos ajudar a entender este paradoxo? Afinal, ele propunha a transgressão da ideia de fronteira da galeria através de mapas e fotografias que indicavam o verdadeiro local em que as obras se davam - o exterior.

Esse caráter expositivo, de alguma forma, lida sempre com as noções de deslocamento e falta. Se arquitetura ainda é tida somente como construção com tijolos e argamassa, os trabahos expostos nunca serão “o verdadeiro” objeto, mas a representação de uma ideia que foi transposta do seu lugar “real” e ainda assim estará sempre ausente do contexto da exposição.


Deslocal surge como um mediador que desafia a estabilidade da ideia pré-concebida de arquitetura como objeto facilmente transportável e deslocado de seu contexto. Assim, nos abre um amplo campo de possibilidades sobre como ela é feita, vivenciada e discutida.

Por permearem as noções de espaço, materialidade e linguagem em suas pesquisas, um primeiro grupo de artistas e arquitetos foram convidados a integrar a discussão proposta por Deslocal. André Komatsu, Frederico Ravioli, Maria Noujaim, Metade e Vão participam da mostra através de proposições espaciais, que foram pensadas para o contexto específico da laje do Olhão, um local que contém relações diretas com a cidade que o envolve. A laje, além de subverter a ideia de um espaço expositivo ideal, serve como um gatilho para os próprios trabalhos que, por sua vez, se apoiam em conceitos como limite, efemeridade, transposição, distinção, regra e gesto.


Por seu caráter experimental, não se sabe ao certo o efeito que as obras de natureza inédita terão uma sobre a outra, qual será a influência do clima ou da própria presença do público; o resultado é tanto inesperado quanto efêmero, e talvez por isso ainda mais instigante. Interessa obviamente o momento expositivo - mas tanto quanto ele, os desdobramentos que virão a posteriori, bem como o diálogo entre profissionais de práticas variadas que encontram naarquitetura um ponto de contato fértil.



01


02

03

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Fusce iaculis vitae augue sit amet maximus. Curabitur ac hendrerit justo. Sed mattis, neque in ultrices tempor, risus elit venenatis lacus, eget bibendum metus neque ac diam. Class aptent taciti sociosqu ad litora torquent per conubia nostra, per inceptos himenaeos. Donec fringilla tellus urna, at ornare quam tempus et. Nam in orci volutpat quam porttitor tincidunt. Aliquam varius arcu ac odio aliquam rhoncus. Nam sit amet posuere lorem, a hendrerit lacus. Maecenas rutrum dignissim maximus. Nunc vulputate elementum aliquet. Maecenas nec diam posuere, congue magna bibendum, facilisis risus. Sed sed lacus metus.


Vivamus viverra neque nibh, vitae tempor elit aliquam vel. Suspendisse a vulputate neque. Nullam fermentum mattis tortor, vel faucibus quam consectetur id. Integer eu imperdiet est. Nam eget facilisis tortor, ac lobortis urna. Sed lacus lorem, egestas vel elementum iaculis, aliquet in mi. In congue luctus leo tincidunt ullamcorper. Aliquam erat volutpat. Aenean ac ullamcorper arcu.


Aliquam erat volutpat. Suspendisse potenti. Integer lobortis nibh massa, in ultricies lorem vulputate pellentesque. Aliquam ullamcorper suscipit ullamcorper. Nulla sem lectus, feugiat eleifend fringilla sit amet, commodo in leo. Pellentesque et pellentesque est. Nulla facilisi. Sed consequat tortor non libero pellentesque, vitae varius lorem blandit.

04


05



06   

07


08


09


10


Créditos das imagens:
01, 02, 03, 06, 08, 09 Pedro Cunha
04 Eleonora Aronis                                                                                                                         05 Julia Thompson